Império VorteX RPG

Império VorteX RPG
Imagem baseada no anime Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku o!

Seguidores

sexta-feira, 15 de junho de 2018

League of Legends: Rework - Parte 2

Tirado do site de League of Legends https://ddragon.leagueoflegends.com/cdn/img/champion/splash/Zilean_0.jpg

Quase madrugada da metade do mês seguinte ao que havia prometido, tenho a atualização de mais 5 personagens de League of Legends.
A maior culpada disso é a (maldita) da Evelynn (huhuhuhu!). A nova ideia do personagem em sí exigia uma raça especifica pra funcionar. E uma raça que tinha certa complexidade. Apesar de ter pegado uma outra raça do livro como base, o fator de equilíbrio foi bastante difícil de analisar. No final achei o resultado razoável nesse caso. A partir dai foi mais pratico, talvez devesse ter adicionado um pouco mais, mas se olharem as fichas dá pra perceber uma certa complexidade de fazer cada uma. Praticamente os Reworks inutilizaram a maioria das magias que criei. Eu acebei deixando elas mais pra aqueles "mas eu quero uma magia igual a do jogo!", mas como estou agora me baseando na lore pra não (pirar completamente) me preocupar com conflitos entre ambas, elas acabam não fazendo sentido. O novo Galio vai me forçar a dar Rework no Golem Rúnico, mas... Na verdade o resultado deve ser similar ao Golem do livro. Só não coloquei ele ainda por que o mesmo é da escala Kiodai (ainda quero terminar os da escala Nigen ainda). Se não entenderam o que estou falando vejam a parte 1 do League of Legends Alpha: Rework ou a parte de Escalas do livro.
Algumas fichas foram mudadas levemente, mas não lembro quais exatamente pra ser sincero.
Alguns personagens tem origens bem extravagantes no jogo, provavelmente ainda devo ter algum desafio e mudanças de ficha ainda.
Ah sim. Por sinal devo demorar um pouco pra postar o segundo capitulo da saga de Super Mega City. O Motivo em geral é dar um pouco de identidade ao grupo. Alem disso, quero evitar certas complicações possíveis por usar o nome do cenário.
Estou tentando também deixar as informações das cidades melhores. Achei um tempo atrás dados a respeito das mesmas na Wiki do League of Legends. Vou tentar procurar novamente.
Sem mais delongas o material será disponibilizado aqui.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Saga Super Mega City EP01 - Ataque de gangues.

Atualização (02/06/18) - Substituição de travessões e correções menores no texto
Bem. Estava vendo os logs das sessões de todas as campanhas e pensei por que não começar com alguma. Tem algumas que os jogadores são mais zelosos com a forma que escrevem no geral (Atualmente todas estão assim, mas a primeira temporada de Tormenta estava um pouco abaixo da media, então não sei dizer se vou usar...). Uma das primeiras que me veio a cabeça foi a campanha de Super Mega City. Estou pensando qual estrutura de texto vou usar. Existem algumas coisas que tenho duvidas se posso usar a nível publico (em geral, a circulação nas salas são bem mais restritas), mas vou tentar minimizar ao máximo os problemas. Alem disso vou fazer correções no texto e especificar algumas referencias. 
Apesar de não gostar da forma que o programa é administrado, não posso deixar de fazer certa propaganda ao RRPG Firecast se quiser falar da mesa em si. Tinha pretensões de sair do programa, mas, observando os outros, percebi que infelizmente eles tem ferramentas que não vejo em outros programas, como "procurar salas" em tempo real, considerando a importância da mesma e a quantidade de jogadores, que talvez seja a melhor sacada deles, mas não devo renovar meu Gold pelo menos (a não ser que tenha a sorte extraordinária de alguém me presentear de novo. Valeu elfueda!).
A mesa se chama MMO Alternative Reality, coisa que tratei em outro momento (quem quiser saber mais, pode ver o link aqui). Atualmente (02/05/18) as campanhas sendo feitas, todas por mim, VorteX001, nessa sala são Super Mega City (Segundas), Tormenta (Terças) e Brigada Ligeira Estelar (Quintas). Infelizmente minhas outras mesas "foram pro saco"como HONRA's Revenge (Cenário de Mechas Próprio, 3D&T Alpha) e Heróis de Neo Belém (Cidade de Belém modificada, M&M 2ed).
Vou ter que fazer uma menção especial aos NPC's se não quiser deixar todos confusos. Uso muitas fotos e nomes de NPC's de outras mídias, mas claro que, com o papel voltado a campanha, sendo diferentes da respectiva mídia original em certos aspectos.
Outra coisa que pode deixar o entendimento confuso são as stand by scenes. Quando começa o jogo, ocasionalmente a tela entra em tela de espera, uma ocasião que os próprios jogadores podem atuar, sem precisar representar os personagens. Dependendo do avanço da trama, vão ficando mais raras.

Jogadores:

Gho_ost - Red Lighting; Mastigos - Igol de Memphys; ClinRPGwood - Tetsuo; Kynakileko - Rubrian

Observações:
Lelouch, (anime Code Greass), Akane (Akame ga Kill), Kid Flash (Jovens Titãs), Sharivan (Uchuu Keiji Sharivan), Iytei (Castlevania) e Metal Bat (One Punch Man) e Mega City 3D&T Alpha (Jambo) são pertencentes a suas próprias mídias, sendo de propriedade de seus respectivos autores.

Super Mega City EP01 - Ataque de gangues.

Vocês estão imergindo na tela de inicialização do jogo. Barras de carregamento em formatos de escudos estilizados da cidade passam rapidamente durante o login
As letras de inicialização vem logo em seguida
Actualizing...

Initializing
MMO-AR Version 2.2...

Stand-by Scene
Quando termina a imagem se projeta no monitor.
Todos os personagens aparecem nessa sala. O motivo é irrelevante no momento. É uma tela de descanso e sua atuação nela não interfere na trama. Os jogadores podem falar livremente através dos seus avatares.
Lelouch - Sejam bem vindos jogadores! - faz uma reverencia rápida
Igol não deixava de figar admirado com o luxo da lugar em que estavam. Ao ver o NPC se vira para o mesmo e faz acena um "oi" com a mão direito sobre a cabeça.* 
— Finalmente vou jogar essa nova versão do MMO. Estou ansioso.
Rubrian — Boa noite. - Fazia uma reverencia
Red Lightning — Eu também estou. - Responderia ao comentário de Igol, assentindo com a cabeça para todos no recinto. Aguardando os próximos acontecimentos. 
Tetsuo ficava sentado num dos bancos de modo casual, olhando todos interagirem como NPC com divertimento. Apresentando entusiasmo e até um pouco de pressa, ele diz:
— Isso daqui é legal e tudo mais, mas é só eu que não consegue ver a hora de entrar em combate com alguns bots e ter um pouco de ação?!
Lelouch - Entendo. Esse é o segundo acesso ainda do Mod. Então realmente entendo que queira ter oportunidade de atuar logo, mesmo Mastigos que é um jogador veterano. Como a maioria parece se inclinar na mesma condição. Tenho que fazer uma única pergunta então: Alguém tem alguma duvida?
Red Lightning - Tem algum cheat? Bom, sabe, não é para mim. Mas temos que tomar cuidado, né não? - Engolia em seco com a pergunta. Uma pergunta era uma pergunta e não fazia mal perguntar! 
Igol — Acredito que não. Pelo que soube nos fóruns essa atualização vai seguir o sistema padrão do jogo como um todo. - Apenas expectativa. Termina com um sorriso ao NPC.
Rubrian -Sem perguntas - Respondia de forma seca sem olhar para os lados.
Tetsuo levanta um sorriso. Não conseguia se segurar na cadeira, queria, como o próprio NPC havia mencionado, "atuar logo". Com um sorriso convencido pro robô, ele diz uma última vez:
—Só tenho uma única pergunta: Qual o nível de dificuldade desse jogo? É mesmo tão desafiador quanto diziam nos fóruns?
Lelouch - Bem... Tem um cheat que achei por ai. Não serve pra esse jogo especificamente. Na verdade não temos autorização pra passar nada desse tema.
— Agora, respondendo a pergunta do ClintRPGWood, em geral os níveis de dificuldade são bem acessíveis. Não terá problemas nesse aspecto provavelmente mas, sem mais delongas, vamos começar...

Please Wait...


Done...

Universe: Super Mega City - Main Plot

Characters:
Red Lighting                                                            Igol
Tetsuo Rubrian

Igol sempre olhava sua imagem, tentando se adaptar a sua nova condição. Em geral não entendia como aquilo poderia ser considerado um sucesso, apesar de ser grande, forte e resistente. Costumava prestar assistência em um evento ou dois sobre a condição dos meta humanos na cidade, mas hoje era um daqueles dias complicados... Estava tendo uma briga de gangues em um bairro periférico da cidade. A policia não conseguia se organizar o suficiente pra entrar, de modo que primeiramente seria bom descobrir o que acontecia de fato. Red Lighting está trabalhando em um emprego de meio período como atendente de fast food quando percebia a confusão na frente da loja. Uma dupla daqueles bandidos com mascaras vermelhas entrava, anunciando que "todos para o chão!". Os outros parece que atuavam num verdadeiro confronto lá fora e não participavam do conflito. Rubrian soube que um experimento secreto havia sido levado para Mega City. Estava procurando o objeto sem muitas pistas quando havia percebido o evento pelas TVs em uma loja
Igol usava uma camiseta de mangas custas preta reforçada. e calças igualmente pretas. As costas trazia impresso os simbolo da Corporação Nexus. Se encaminhava com expressão séria e alguma dificuldade  em direção aos responsáveis por conduzir aquela operação. Pensa "...Por que essas coisas nunca parecem caber direito?". Chega aonde a policia se concentrava, tentando conter a área do evento, de maneira displicente.
— É o responsável aqui? - Acaba perguntando ao primeiro a vista.
Rubrian imaginava, por onde poderia começar suas buscas para completar sua missão, porem ao ver sobre o que estava acontecendo com a cidade na televisão, decidiu seguir até o local, para ajudar os policiais e quem sabe descobrir alguma coisa  "Parece que a situação está bem complicada lá, melhor eu ir rápido"  Seguia para o local da guerra de gangues
Red Lightning manteve-se em seu posto de trabalho; anotando os pedidos e os entregando aos clientes até os dois dos mascarados adentrarem o estabelecimento. Haviam muitas pessoas ali e deveria agir com cautela para não ser descoberto, mas tinha que fazer alguma coisa. Cerrou o cenho ao ver a cena dos mesmos exigindo que todos se abaixassem. Intentou fazer o mesmo que todos mas, usando de sua alta velocidade, saiu rapidamente do lugar e voltou vestido com seu traje que usava para atos heroicos.  
— Se estão com tanta fome assim, é só esperar na fila! - Fazia o comentário mais besta que podia. - "Só que fora o único que conseguira pensar no momento". - Estaria só alguns metros atrás dos bandidos. Eles logo se assustam na presença daquele homem, mas quando se recompõe preparam suas armas e apontam pra ele 
— Ei vermelhinho! Essa é a cor certa pra você. Vai disfarçar o efeito que as balas vão fazer na sua fuça! - Respondiam fazendo uma improvisação tão ruim quanto a do heroi
"Acho que já ouvi isso em algum lugar", pensa Red Lighting
— Vermelhinho?!
Arregalou os olhos ao ver as armas apontadas contra si "preciso me acostumar a isso...". Foi velozmente contra um deles, e aproveitando-se da super-velocidade desferiria um soco contra seu estômago enquanto inclinava um pouco o tronco para frente, se agachando brevemente para sair da direção da arma. O golpe atinge em cheio, projetando-o pra longe. Ele cai no ato. O outro fica assustado, treme a mão, mesmo assim tenta acerta-lo disparando varias vezes, mas Red Lighting apenas desviava das balas.
— A roupa combinava com o que mesmo?  
Apenas direcionou o corpo para a direção esquerda, escapando do projétil. E no ato conseguinte fora até o meliante lhe desferindo um golpe de punho fechado no nariz. O mesmo parecia que tinha aberto a boca pra falar algo, mas no processo perdeu os dentes e a consciência.
Depois que Red Lighting derruba os dois sujeitos com mascaras vermelhas, uma das atendentes, Fernanda, uma garota, que era veterana no local e meio ríspida com seu alter ego, fala assustada 
— Temos que fechar rápido a loja, senão podem entrar mais deles! Muito obrigada herói!!! *ela chora, tremula*

ENQUANTO ISSO, PRÓXIMO DALI.

Igol chega pra falar com os policiais que fecham a área. O que evita que o evento em si atinja níveis piores. Nesse meio tempo Rubrian chegava no local, e via de longe todo caos gerado, alem daquele monstro meio esquisito, que parecia estar conversando com os policiais. Igol se aproximava do capitão ou sargento? Ainda não se acostumara as patentes militares, em busca de informações uteis e para anunciar sua presença ali. Diante da confusão generalizada falava, mais alto do que pretendia:
— Acalmem-se. Quem é o responsável aqui? - Tenta ainda procurar alguém, mas sem sucesso ainda.
Rubrian observando todo o caos, acaba se concentrando na multidão, porem ao ver aquele monstro perto dos policiais,  imagina o perigo que aqueles oficiais que dão sua vida pra proteger a população estão correndo, corro o mais rápido que posso na direção do monstro ao começar a chegar perto grito  -- Monstro maligno! Se afaste desses policiais!! não aceitarem que você faça mal algum para eles!!!
Igol, que estava procurando algum representante da policia quando é abordado por um sujeito que parecia bem energético e proferia acusações infundadas contra ele. Ele cerava seus punhos e suas orelhas se contraiam um pouco. Expirando profundamente continuava sem retirar os olhos dos policiais.: 
— Não sou monstro cidadão. Fui enviado pela Nexus para ajudar neste tumulto - olhava diretamente os policiais nos olhos agora - Então com quem falo?
Rubrian insiste mesmo assim -Bom, civil, se você está aqui realmente para ajudar, você não se importaria em dar um passo pra trás e se afastar desses homens né?! - se aproximava mais tentando ficar entre os policiais e o monstro, com as mãos abertas na altura da linha do rosto Rubrian, continuava -Senhor, se afaste mais um pouco e logo veremos se suas intenções verdadeiras, deixe a policia de verdade trabalhar aqui. Sem desviar o olhar do esquisito, falava com os policiais -Oficiais, algum de vocês conhecem esse senhor? podem checar a ficha dele?
Nesse meio tempo, uma das policiais, observa a cena de longe. Demora três segundos até efetivamente chegar numa distancia que desse pra conversar, devido ao barulho do caos. Nesse meio tempo. Red Lighting que tinha fechado o  restaurante em tempo recorde, observa de longe os policiais e a barricada. Notava de longe um monstro próximo deles.
Igol pensava "Preciso me acalmar e ser conciliador naquela situação... não seria fácil..." *Expirando com força suficiente para balançar seus bigodes Igol se afastava alguns passos dos policiais e se vira na direção da policial que se aproximava, ainda ignorando o civil.
— Oficial, é a responsável aqui?
Red Lightning coloca os dois meliantes inconscientes para fora. Não queria que os inocentes lá dentro fossem atingidos por nenhum disparo ou que mais bandidos entrassem. Olhou para a situação caótica e se concentrou apenas naquela criatura estranha próxima aos policiais. Queria evitar o pior, mesmo acreditando não ser nada demais porque até então, a mesma não estava fazendo nenhum mal. Carregou os bandidos e suas armas até a barricada dos policiais, os colocando no chão e as armas em cima do capô de uma das viaturas.
— A páscoa não passou?!  Perguntou, confuso. - Tire essa fantasia e procure um lugar seguro!  Falava com Igol, pensando que seria apenas uma pessoa vestido com uma fantasia daquelas. - O que posso fazer para ajudar, policiais? - Parara do lado de Rubrian naquele momento.
Igol, ouvindo aquele recém chegado se virava rápido um sua direção, suas presas a mostra.
— Isso não é uma fantasia, sou eu! - Fala de maneira alta. Havia raiva clara em sua voz e algo mais... Então ele voltava a encarar a oficial. Seu bracelete que começara a brilhar fortemente, ia aos poucos perdendo sua luz.
Rubrian pensa "Esse bicho provavelmente tem pelo demais no ouvido, ou provavelmente ele é algum tipo de demente, vai saber... Pelo menos ele se afastou dos policiais isso é um alivio". Percebia a chegada do rapaz velocista e imaginava que ele era algum tipo de herói e veio ajudar:
— Bom meu caro, corredor vejo que você veio ajudar também, muito bom ver que ainda existem pessoas que querem ajudar as outras - se virava para o monstro - Se acalme ai rapaz, não faça nenhum movimento brusco, pelo jeito você parece respeitar um pouco mais a força de policia, então aqui está  Enfiava a mão no bolso e tirava o distintivo e mostrava para a policial e o monstro - Eu sou o Detetive Espacial Rubrian, e estou aqui para ajudar no que puder. E você grandão, é bom manter a calma, não queremos piorar a situação aqui.
A policial chega a cena. Apesar de ter pouca idade, os outros claramente falavam com ela o tempo todo perguntando diversas coisas. Quando ela chega, fixa olhar em Igol:
Policial Akane — Ola? Hum... Certo... - Parece ter falado para sí mesma, pois não esperou resposta... - Ja está a par da situação? - Nesse meio tempo, observa Rubrian e Red Lighting - Não sabia que você vinha com parceiros. Creio que as informações não chegaram direito por aqui...
Igol cruzava os braços sobre o peito, sua expressão continuava séria. Ainda ignorava o "oficial estelar" - Fomos informados que um tumulto nesta área da cidade requeria reforços. Fui mandado. Estou aqui para ajudar no que for possível.  
Red Lightning  — Que bicho antipático. - Sussurrou para Rubrian depois de ter tomado um susto com o grito de Igol. Chegou a apontar discretamente para o monstro coelho, entendendo agora do que se tratava. Viu Rubrian dar a carteirada em suas palavras a intenção de acalmar a fera.  - Parceiros? Parceiro de quem? - Olhou para os arredores buscando outro herói que pudesse ter vindo com Rubrian ou Igol. - Bem, derrubei esses dois que aproveitaram da situação para tentar roubar o povo do fast-food. Ainda bem que estava passando para tentar ajudar a resolver essa situação e me deparei com isso. - Parava de prestar atenção no grupo e olhava para os arredores, buscando alguma coisa que pudesse ser usada para distrair ou cessar aquele caos das gangues.
Rubrian olhava para a moça e depois para o monstro, enquanto guardava o distintivo falava com o rapaz veloz 
— Com essa atitude infantil dessa criatura, provavelmente vai mais atrapalhar do que ajudar, mas como não estou no comando aqui, não posso mandar tira-lo daqui a força, apesar de querer. - Retornava a atenção para a moça. 
Policial Akane olhava para os homens capturados - Coloquem eles no furgão! - olha para Igol* - Não é um conflito de gangues. Uma gangue está atuando no local fazendo baderna. Parecem ter um numero bem expressivo, mas a observação aérea notou que a maioria está se concertando num conjunto residencial de baixa renda a três quadras daqui. O proposito não foi descoberto, mas está tendo bastante confusão lá...
Igol acenava positivamente com a cabeça conforme a oficial falava. - Entendo. Nessa situação precisamos de maiores informações. Fizeram alguma exigência? Possuem meta humanos entre eles? Vocês tem essas informações? - Enquanto conversava olhava ao redor buscando se recordar do que sabia daquela região da cidade, possíveis rotas de fuga/acesso aos baderneiros.
Red Lightning — Conjunto residencial? Então há inocentes correndo perigo! Perna Longa Radioativo. Olhava para Igol. - Não perca tempo e vá logo ajudar! Rubrian, você também!!  Tentava não parecer autoritário, pois queria apenas apressar os dois para que nenhum mal recaísse sobre os moradores daquele lugar! Como já conhecia o caminho, o fez em alta velocidade. Cobria terreno o mais rápido possível, subindo em apartamentos e telhados para observar melhor a situação e saber se havia algum inocente ferido ou precisando de socorro.
Rubrian prestava atenção em cada palavra que moça dizia, refletia um pouco com a cara fechada "Bom parece que a policia daqui foi comprada por essa tal de Nexus, como assim, da esse tipo de informação pra qualquer civil". Ouvia as palavras do velocista e concordava com a cabeça 
— Não sei sou realmente necessário aqui meu caro corredor vermelho, mas, vai que alguém precisa de ajuda - pensa -" Quem sabe tenho alguma pista do objeto roubado lá". - Seguia andando com cautela pelo local onde viu o velocista passar.

EM OUTRA CENA

Tetsuo estava achando aquela situação estranha em geral. Todo dia um grupo de arruaceiros vinha puxar briga com ele. Em geral começaram com 3, logo evoluiu pra 5, depois ja eram dezenas. Mas quando estava andando pelos becos essa tarde, percebeu que a confusão começou ao redor dele e incontáveis daqueles arruaceiros com "mascaras ninja vermelha" estavam rondando o local onde ele morava. Encarava-os com certa rispidez, ele tenta ver aquele que se destacava, para se comunicar diretamente com o líder do grupo. Observa um sujeito que acompanhava toda situação do topo de um predio e grita.

— Ei, bando de imprestáveis!! O que estão fazendo rondando minha casa? Se não quiserem trazer problemas pra si, sugiro que se mandem. AGORA!!!
O homem de cartola e terno e uma mascara negra acompanha imponente a situação do topo de um dos prédios de três andares daquele local de pé na grade da sacada
— Dessa vez vamos garantir que você venha conosco. E espero que venha de bom grado, senão... - Dá um sorriso de canto de boca.
Tetsuo encara o sujeito com um olhar irritado, fazendo o olhar mais amedrontador que conhecia.
—"Senão"?"Senão" o que, otário? Acha que pode me obrigar a fazer alguma coisa?! Da onde que tu é pra achar que pode me arrastar pra alguma coisa?! Vou dar três minutos. Se até lá eu não ver vocês evaporarem, aí você vai ver teu "senão"!
O homem de cartola apenas ri. Depois joga sua capa negra, como um mágico de circo, na frente do seu rosto. Um segundo depois apenas a capa flutuava como se não tivesse estado ninguém lá. Os arruaceiros que o cercavam avançam, desferindo golpes contra o garoto do topete.
Tetsuo se adianta, vendo que eles pateticamente vinham em minha direção, segurava o bastão com as duas mãos e fazia umas posição de giro, fazendo o giro mais forte e carregado que tinha para mandar o bastão com força nas costelas do sujeito gritando:
— ELE GIRA, TENTA MANDAR A BOLA PRA FORA DO ESTÁDIO!!!
Seu golpe derruba rapidamente um dos sujeitos mascarados, mas pareciam haver infinitos, meia duzia deles começam a lhe socar, mesmo sabendo de sua capacidade. Apesar da situação Tetsuo não dá a mínima praqueles sujeitos e pra seus ataques. Vai recebendo os golpes da melhor maneira que podia: a mais brusca e selvagem. Algumas vezes, nem se esforçava pra se defender, só aguentando com o seu corpo resistente. Retribuindo o favor, atacava eles de volta, girando seu bastão pra cima e pra baixo, acertando a esmo sobre os pobres alvos corporais dos seus oponentes.Dá um riso cínico por não ter sentido nenhum ataque deles, ele retribui tudo com um movimento carregado. Firmando seus pés no chão, e suas mãos no bastão, ele arqueia as costas, liberando um giro desse bastão ainda mais potente que o outro, planejando acertar o máximo de moscas irritantes que pudesse.
— Uryaaaaaaaaaaaaaah!!!!
Um dos red mask foi atingido de raspão, mesmo assim ele se afasta assustado. Foi substituído por outro. Todos os que sobraram fazem montinho em cima dele distribuindo golpes da melhor forma possível. Mas foi em vão, os bandidos assustados não conseguem dar golpes realmente efetivos no super delinquente.
Tetsuo mantem seu riso cínico. Não sentia nenhum dos ataque deles. Retribui tudo com um movimento carregado. Firmando seus pés no chão, e suas mãos no bastão, ele arqueia as costas, liberando um giro desse bastão, alem de seu característico grito estridente, ainda mais potente que o outro, planejando acertar o máximo deles novamente.
—Uryaaaaaaaaaaaaaah!!!!
Mas, de ter aplicado toda sua força no impacto, o ataque atinge o ombro de um dos desordeiros mascarados que rodopia e cai no chão, mas os outros ainda continuam aparecendo. O único golpe que pareceu ferir o garoto do bastão fecha rapidamente. Tetsuo, vendo que mais deles apareciam, prepara outro golpe impactante contra os sujeitos, novamente formando uma postura de giro poderosa. Flexionava seus músculos ao máximo, e ao relaxar os muculos, fazia outro giro, e grito, poderoso. Dessa vez com a certeza de que mandaria vários para o chão.
— ORAAAAAAAAH!!! 
Com isso ele derruba mais um, mas fica impressionado como os golpes não pegam em cheio, pois caso acertasse o efeito seria mais brutal. Eles começam a se intimidar e se afastar, formando um circulo com uma distancia de 8 passos do garoto cabeça dura.
Tetsuo, aproveitando que eles davam espaço, começa a vagar seu olhar por cada um deles, circulando com seu olhar e mudando seu angulo de visão ao caminhar. Aproveita esse pequeno intervalo, e dá um longo suspiro, tentando recobrar seu folego, inspirando e respirando fundo.
— Hunf...Vocês nem conseguiram fazer um arranhão fundo em mim? Como planejam mesmo me arrastar junto com vocês, hein?
Eles começam a conversar entre sí, fazendo burburinhos inaudíveis. Nesse meio tempo você tem uma vaga impressão que uma figura parece se destacar na multidão, vinda detrás deles. O topetudo rapidamente vira para trás, tentando esconder a surpresa dessa figura destacante em meio a multidão."Mas que diabos-?!"
Um homem de aparência musculosa, vestindo trajes que pareciam peles, mas sem o mesmo volume vem se aproximando carregando uma clava. Ele era um homem grande e bem barbudo. Lembraria um homem das cavernas de uma exposição, fazia um olhar de desdem
— Que diabos me mandaram pra fazer cara***! É esse pivete ai? - Encara os demais.
Tetsuo — Pfffffft, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!- Vendo aquele sujeito, não conseguia não segurar seu riso, quando percebia uma ironia no sujeito que mandaram pra ele. Se apoiando no seu joelho, ele dizia - Hahahahahahah...Ei, calma aí, irmão, pera só um segundo...- Ele voltava o olhar pro sujeito, em lágrimas - Cara...Não, pera, só um segundo... Mandaram mesmo um cara de clava pra me enfrentar? Qual era o plano!? "O homem de clava que acertar mais duro ganha o duelo?" Hah!!! Que piada...
Ironicamente, apesar de ouvir tudo isso que garoto falava, o homem não parecia irritando. Na verdade estava contrariado. ele cerrava o olho meio incrédulo. 
— Olha quem fala sujeitinho. Parece aquelas figurinhas de meliante oriental. Ainda com bastãozinho desses... Po***! *agora faz uma expressão mais irritada, falando alto - Serio mesmo que você quer começar mesmo com pé esquerdo pivete?
Tetsuo -Ei, ei, olha como fala, ô projeto de Flintstone danificado!! Isso aqui é uma roupa MUITO chique, pra você saber, e mostra o quão "badass" eu sou, tá sabendo!? Não vai achando que porque tu tem um par de músculos que tu tá melhor que eu não!! - Ele se ofendia com o comentário. Apontando seu bastão contra ele, o mesmo diz -Mas então, vamo começar esse embate de uma vez ou não? Eu não tenho o dia todo, tá sabendo!?
Homem forte - Eu aprecio observar as coisas que vou esmagar... Mas como queira! -A expressão contratava com a aparecia dele. O homem parecia ser muito calmo mas, mesmo nesse estado, executa um golpe jogando o peso da clava na direção do garoto do bastão.
Tetsuo, com destreza, jogava o bastão á frente do peso, cravando seus pés no chão para tentar parar o ataque do sujeito da clava, inutilizando seu ataque. Depois, com um olhar sério, ele sentia que aquilo não estava atendendo suas expectativas, dizendo com um tom decepcionado para o grandão:
— Ei, Fred Flintstone! Isso não pode ser tudo que você tem, pode!? Assim você me decepciona!!! - Jogando a clava estática pra longe, ele se prepara, ficando em posição de giro e mandando seu bastão com tudo contra o corpo gigante daquele troglodita:
— MANDA TUDO QUE VOCÊ TIVER, PORRA!! - grita.
Depois de ver Tetsuo aparar o golpe com seu bastãozinho ele fica perplexo. Quando ele ataca, o "homem das cavernas" tenta aparar com sua grande clava também. O golpe se choca por um momento com a clava, mas a força do impacto faz o homem musculoso ceder e o bastão avança, acertando o nariz do musculoso, que começa a sangrar.
Homem forte - Pivete!!!
Tetsuo, vendo que agora ele estaria sério, ele tenta novamente defender seu ataque com seu bastão, com um sorriso de escárnio no rosto por ter conseguido provoca-lo:
— VAMO LÁ, VELHOTE DAS CAVERNA!!! MANDA TEU PIOR!!
Tetsuo se defende plenamente do ataque do sujeito parrudo. Agora o mesmo novamente retrucava com todo fervor, novamente em postura de rebatedor onde manda um giro potente contra o tronco corpulento do senhor:
— URYAAAAAAAAAAH!!!
O Homem, sem reação, acaba colocando seu braço no caminho, que é quebrado pela força do impacto. Vendo que não tinha mais como lutar, volta pela multidão, mas antes disso olha pra trás pela ultima vez tentando manter um olhar serio e intimidador:
— Dessa vez você venceu! Nos encontraremos de novo pivete!!! - Grita
O garoto do bastão respira fundo pela sequência de ataques estrondosos que lançou contra o troglodita. Ele encara os outros com um olhar soturno, aproveitando seu feito pra melhorar sua coesão sobre aqueles bandidos mais fracos:
— E AÍ?! QUEM MAIS QUER UM POUCO DISSO?! HM?! MAIS ALGUÉM?!
Havia um clima de tensão vindo dos "expectadores" que pareciam ficar cada vez mais distantes. Em poucos minutos o que era uma multidão, se reduziu apenas a algumas dezenas de arruaceiros que saiam de lá desorganizados. Alem disso, ele observa outro sujeito observando-o. Um homem usando um colante vermelho o observava de um dos prédios. Quando ele chegou, um traço vermelho parecia ter coberto por alguns segundos a trajetória que ele seguia

VOLTANDO A CENA ANTERIOR

Red Lighting avança rapidamente. Quando os arruaceiros se adensavam pelas ruas ele passava rapidamente usando as paredes para ignorar aqueles bandidos. Ao chegar perto nota algo intrigante. Observa apenas um grupo de arruaceiros bem concertada. Ela cerca um garoto de jaleco e bastão de basebol e um homem forte, muito grande vestindo uma especie de pele de tigre. Rubrian tenta acompanhar aquela luz vermelha que era o Red Light, mas logo se via impedido pelos mascarados que estavam na rua. Igol, ao ver o garoto se tornar um borrão a sumir de vista apenas balançava a cabeça negativamente:

— Precipitado... - Fala com desdem. Então voltava a se concentrar na oficial.- Acredito que uma abordagem pelos túneis de esgoto seriam mais efetiva que pelas ruas. Evitaríamos combate e teríamos a surpresa ao nosso lado. Posso guiá-los com um mapa e meus sentidos apurados o que me diz oficial? *A terminar de falar olhava rapidamente para sua mão, aquela que tinha o bracelete, e para o simbolo que estava tatuado nela. Pensava.- "Não consigo levar todos ele por lá. Não ainda." - Então voltava a encarar o oficial.
Red Lightning chegou na localidade e avistou a cena mais intrigante de todas; um homem grande e vestido uma espécie de pele de tigre, cercados pelos membros da gangue junto a um rapaz com bastão de baseball. Não sabia das capacidades deles e muito menos se seriam capazes de lidar com aquilo tudo, por isso descera de onde estava e partiu na direção do grupo concentrado neles. Intencionando ajudá-los. Observando melhor, percebe que o garoto do bastão desfere um forte golpe cotra o homem vestido com peles. Nesse instante ele foge, intimidado. Depois ele se aproxima daqueles arruaceiros e os mesmos, assustados pela cena, começavam a debandar aos poucos. Rubrian encara os red masks que estavam próximos:
— Ae carinha! Pode passar tudo de valor ai! Hehehe - Tinha meia duzia deles próximos e mais algumas dezenas mais adiante
Igol conversa com a policial. Ela parece estranhar o plano. Ao ouvir a sugestão, ela responde.
— Plano ousado e demorado, mas acho que é o jeito. Mesmo assim vai ser difícil, tem bastante deles no local. Talvez uma distração seja apropriada, se não se incomodar... - olha com um olhar firme pra ele - Estamos solicitando a prefeitura um mapa do esgoto próximo, mas com certeza deve demorar um pouco... - cruza os braços.
Igol - Distração? Claro, posso fazer isso. Vamos manter as comunicações. - Dito isso acenava com a cabeça em confirmação para a oficial. Então  Igol se agachava e se preparava para saltar. Iria na direção que a oficial indicara. No caminho tentaria seguir o velocista pelo cheiro.
Red Lightning - Ei, você delinquente!  - Exclamou a Tetsuo, sem entender muito bem a situação. - Vejo que está envolvido nessa baderna com a gangue, hum? - Ia com base nas aparências, mesmo achando meio errado agir assim. Estava meio perdido no meio daquele caos. - É melhor vir pacificamente para esclarecer tudo!
Rubrian ao ver toda aquela movimentação nas ruas, começava a imaginar diversas formas de passar por ali, mas apenas uma não incluía lutar os baderneiros que estavam na rua, então começava a realizar alguns movimentos circulares com os braços, quanto termina apontando com o dedo para o céu:
— Metal Red! - Cabum! Um raio de luz vermelho vinha das nuvens e após um intenso brilho, Rubrian estava em sua armadura de detetive espacial! Sem perder tempo, grita -Venha Aka Jet Bike! - Do céu surgia uma especie de moto voadora que chegava ao lado do Rubrian, sem perder tempo ele, monta nesta e segue na direção da qual viu o velocista indo.
Tetsuo apoiava o bastão sob o chão como uma bengala, não sustentando seu peso sobre ela, mas deixando-a solenemente á sua frente, como posse de orgulho.Ele via o velocista chegando, confuso com a afirmação dele.*--Como é que é? *Com um tom de ironia, ele olha pra ele desacreditado, dizendo;* --Irmão...Assim, nada contra tu, deve tá fazendo teu trabalho, mas tu não podia estar mais enganado, saca? Eu moro aqui. Eu não me misturo com aqueles caras, provavelmente SE, e eu digo se, pois eu não tô mais nessa vida, eu fosse um deles, eu provavelmente seria inimigo deles, e não aliado, pra você ficar sabendo!!
Enquanto Red Lighting estava conversando com Tetsuo, Ambos observam que Rubrian, agora irreconhecível em uma armadura metálica e moto vermelha voadora e Igol, pulando saltos de 10m de altura, chegam na cena
Red Lightning — Você mora aqui? Então não está com eles?!  Estranhava devida as vestimentas, forma de agir e todo o resto do rapaz.  - Mas parece aqueles delinquentes de anime...  Balançou a cabeça negativamente, apartando esses pensamentos que o distraiam. E então suspirou, acabando por acreditar nele, em partes. Viu Igol e Rubrian chegarem quase ao mesmo tempo. Se assustando com a atitude do monstro.  - O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO?!  Desse modo tentou fugir do raio de ação daquilo que parecia ser um golpe, tentando levar Tetsuo junto, pois seria um inocente sendo atingido por uma injustiça daquelas. Tetsuo acenava com a cabeça, confirmando. Antes que pudesse dar mais informações do porque eles estavam ali causando confusão, ambos Igol e Rubrian chegavam. Nem conseguia reagir enquanto o monstro peludo lançava aquela palmada sônica na área. Com uma expressão surpresa enquanto firmava uma defesa com o bastão e com o braço livre:
— Ué! EI, PORQUE ESSE SUJEITO TÁ!?
Rubrian circulava a área onde o velocista estava, ele parecia estar conversando com outro cara, talvez esse cara tivesse alguma informação sobre a baderna, quando de repente Rubrian vê um movimentos agressivo por parte do monstro que dizia querer ajudar, mas acaba causando um abalo na área, fazendo o chão tremer com força próximo do local!
— Eu sabia que você tava escondendo o jogo bichão!
 Igol, que pousava um pouco desajeitado entre seus longos saltos, se aprumava e via os gangsteres cercando um rapaz com um bastão e o velocista indo na direção dele, não percebendo que a luta cessara, pensa "Isso ja havia do longe demais...". Em um grande salto aterrissa batendo as patas juntas no chão. "isso acaba agora!". O golpe produz uma onda de choque que atordoa todos ali! Como resultado, intimida ainda mais os arruaceiros que começavam a correr desesperados, mas a cena também até mesmo os heróis que estavam por lá devido ao exagero que ocorria. Os mesmos se exaltaram, talvez podendo dar inicio a mais uma batalha talvez? Mas apesar do evento assustador, algo tão diferenciado quando ocorre depois! Um segundo impacto, distraindo todos os presentes. Um objeto branco se choca com toda velocidade contra o solo! Percebendo melhor, esse objeto branco, se movia e se levantava cambaleante, mostrando uma mulher exuberante, apesar de estar muito ferida e com sangue saindo pela boca. Já em pé, ela respirava forte, parece ter notado todos só alguns segundos depois, ela tenta falar algo, mas apesar de articular as palavras não saem com clareza.



FIM DO EPISODIO

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Fundamentos pessoais de mestre

É meio complicado definir um título pra esse tópico. Na verdade não sei o quão útil pode ser um tópico dessa natureza, mas imagino que possa ajudar uma pessoa ou duas que ler essa matéria então ta bom pra mim...
Criado por Joyreactor.cc http://img.over-blog-kiwi.com/0/53/57/80/20150301/ob_75e6f2_tumblr-nikxev2dli1tiu8tio1-
540.jpg

No caso vou passar um link de um sistema de normas de "boa convivência" que criei para minha mesa online. Em geral muitos mestres se esforçam ao máximo pra agradar todos os jogadores que aparecem. Pra quem ler isso, e acha que é impossível, digo que você tem toda razão! Ainda tem a questão: O que adianta agradar todos se você não se sente bem narrando? Mestre também é gente!

Tenho total certeza que não será útil pra muita gente, então e parece algo inútil? Não acho.
Muita gente tem medo de controlar a campanha sob pena de contrariar seus jogadores. Mas não precisa ser assim. O ideal é conversar com o jogador (ou mestre, se você for jogador né). Caso realmente não haja intercessão de interesses, não fique ressentido de retirar ou, caso seja jogador, de sair ou ser removido da mesa, principalmente se não concordar com as atitudes do outro.

Claro que tem mestres/jogadores que parecem ter como proposito se divertir a custa dos outros jogadores, mas não vou abordar muito esse aspecto. Sem mais delongas, vou deixar o link do meu material abaixo:

Guia de Fundamentos do Mestre
Tirado do Printerest https://i.pinimg.com/564x/ee/6d/77/ee6d7728c8074f6efe35e42f0e38b942.jpg

Por sinal, desculpem. Ainda devo demorar pra expandir o material de League of Legends Rework. Não ando com tanto tempo útil disponível (além de ideias), mas devo mandar algo até o fim do mês pelo menos... Outra ideia que me veio seria tentar transformar minhas sessões em contos. Na verdade sempre tive essa "tara", mas o log é sempre baseado na forma que cada jogador quer transmitir sua ideia, então tem jogadores que se esforçam e enfeitam bem seu texto e outros que não tem essa disposição, tendo necessidade de correção posterior...

quinta-feira, 1 de março de 2018

League of Legends 3D&T Alpha - Rework

Pra quem acompanha o Blog (não vou tocar nesse assunto de novo, já ta meio enjoativo falar que "quase ninguém", certo?) é uma das matérias que mais chama atenção (mentira. Na verdade nem aparece nos top 5 do blog, ironicamente, com Hora de Aventura e Naruto na liderança). Mas toda vez que lanço sempre tem um pico de visualizações então não pode tirar o mérito.
Duas coisas que melhoraram muito a forma de como vejo o mundo do league atualmente: Os personagens, em termos de lore, não são equilibrados e parar de querer adaptar 100% a questão mecânica do jogo. Os mecanismos são sistemas de equilíbrio interno do jogo e não devem ser compreendidos como uma capacidade real do personagem. Algumas também ficam muito inadequadas pro 3D&T.

Sem mais delongas, disponibilizo o Rework de 12 personagens (de novo começar de baixo...) no Link abaixo ou na figura da Poppy (S2). A médio prazo devo evoluir esse numero, mas é mais pra ter uma noção de como andam as coisas. Particularmente achei que deu pra incorporar dessa vez o espirito dos heróis, ao invés de apenas dados numéricos que faziam um pouco de sentido, então em termos gerais estou bem feliz com esse rework. Quando terminar os da escala Nigen devo passar pros Sugoi e assim por diante. Ainda não tenho total certeza se a padronização de 12 pontos vai ser mantida.

Obs: Entre o material do dia 1 e 2, modifiquei a ficha de Fiora, colocando algumas habilidades que ficariam mais fiéis em relação ao seu kit base.

Artes retiradas da Deviant Art de Hyldenia e do site do League of Legends

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Blog RPGISTA anuncia concurso de criação de Cenários 3D&T Alpha


O Site RPGISTA está promovendo o Concurso Alphaversos de Criação de Cenários 3D&T Alpha (link aqui).

Os temas foram definidos dia 9 e são:

  • Distopia
  • Disputa de Território
  • Construtos
  • Sobrevivência
  • Traição
  • Japão Feudal
Deve ser escolhido 3 desses 6 temas para o cenário. A premiação ja foi definida também:

1º Lugar: Livros digitais (PDF): Manual do Defensor + Tormenta Alpha
2º Lugar (PDF)Manual do Defensor

As premiações podem ser negociadas com o vencedor baseadas no preço. As inscrições podem ser feitas pelo site até o dia 14, seguindo as instruções do mesmo.
Mais informações sobre os temas, premiações, postagem do material e outros assuntos você pode visualizar aqui.

A imagem tirada na abertura foi editada pelo site RPGISTA e pertence a Jambô Editora.